× Fale Conosco

Dúvidas ou Agendar uma Visita!

Enviar via
Ou ligue para (41) 4122-0274
Se preferir, ligue para nós! Ligar agora!
Clique aqui para falar conosco!
×
× Envie-nos um E-mail

Dezembro laranja: câncer de pele e idosos

A Sociedade Brasileira de Dermatologia promove desde 2014 o Dezembro Laranja, uma ação que é parte integrante da Campanha Nacional de Prevenção ao Câncer de Pele. Essa enfermidade é o tipo de doença com o maior índice de casos no país, com cerca de 180 mil registros por ano, boa parte deles sendo desenvolvidos por pessoas idosas.

Assim sendo, o Dezembro Laranja possui, como principal intenção, a conscientização da população acerca dos cuidados, das formas de prevenção e os principais diagnósticos e tratamentos.

Mas você sabe como o câncer de pele se desenvolve, e como ele pode atingir os mais idosos? No texto abaixo, você pode conferir maiores informações sobre o tema.

Câncer de pele: o que é?

Doença que atinge mais de 180 mil brasileiros por ano, o câncer de pele se desenvolve por conta do crescimento anormal das células que compõem a pele, e que podem se desdobrar em diferentes camadas.

O câncer de pele é dividido em dois tipos: o melanoma e o não melanoma. Desse modo, este último se desenvolve por conta do carcinoma basocelular, mas também pode aparecer como epidermoide, normalmente com um desenvolvimento muito mais agressivo e rápido do que o basocelular.

Os cânceres de pele possuem 80% de chances de ser do tipo carcinoma basocelular, e 20% são epidermoides. Do mesmo modo, existe o melanoma cutâneo, considerado o mais perigoso dos tumores de pele, com capacidade de se espalhar por diversos órgãos do corpo.

Tipos de câncer de pele

Carcinoma basocelular

Sendo o tipo de câncer de pele mais comum, o carcinoma basocelular é responsável por 70% dos casos. Em contrapartida, é o tipo menos agressivo, principalmente por possuir um crescimento lento e dificilmente invadir outros tecidos ou ser responsável por metástases.

Nesse tipo de câncer, o tumor é constituído pelas células basais, comuns na pele, mas que se multiplicam de maneira desordenada, ocasionando o tumor. Dessa maneira, ele é encontrado facilmente no rosto, pescoço e em outras partes do corpo que ficam mais expostas ao sol. Se for retirado precocemente, suas chances de cura são extremamente altas.

Carcinoma espinocelular

É o segundo tipo mais comum de câncer de pele, respondendo por cerca de 20% dos tumores cutâneos não melanoma. Assim como o carcinoma basocelular, também surge em áreas mais expostas ao sol, e tende a acometer mais os idosos.

Como resultado, ele surge muito mais facilmente em pessoas do sexo masculino, e se desenvolve a partir das células epiteliais. Se não for retirado de maneira rápida, acaba sofrendo uma evolução agressiva, podendo até mesmo causar metástase.

Melanoma

Tumor maligno que se origina das células que produzem pigmento, atinge regiões como a pele, os olhos, orelhas, com altas chances de metástase, podendo inclusive atingir o cérebro e o coração.  

São vários os tipos de melanoma, como podemos conferir abaixo:

  • Melanoma nodular;
  • Melanoma lentiginoso acral;
  • Melanoma maligno disseminado;
  • Melanoma maligno lentigo.

Câncer de pele em idosos

Os idosos possuem uma maior predisposição ao desenvolvimento do câncer de pele. Assim sendo, é importante ficar atento a toda e qualquer alteração na pele do idoso, lembrando de incentivá-lo a usar filtro solar sempre e, em casos mais extremos, procurar um dermatologista.

Conclusão

Para evitar o aumento de casos entre os nossos idosos, nós da Estância Natural Paradyse aconselhamos: não esprema, nem machuque, muito menos tente retirar qualquer pinta ou ferida que possa surgir na pele. Procure um especialista para que ele possa oferecer o diagnóstico correto, e também para que realize os procedimentos corretos!

Summary
Dezembro laranja: câncer de pele e idosos
Article Name
Dezembro laranja: câncer de pele e idosos
Description
O Dezembro Laranja possui, como principal intenção, a conscientização da população acerca dos cuidados, das formas de prevenção e os principais diagnósticos e tratamentos do câncer de pele, principalmente nos idosos.
Author
Publisher Name
Estância Natural
Publisher Logo


Deixe uma resposta